Exibindo 1 resultado

A empresa da família Clarence Dillon adquiriu uma bela propriedade em Saint-Emilion e renomeou-a como Château Quintus. Um terroir excepcional que tem sido reconhecido como tal há séculos. Portanto, não é de surpreender que este vinho tenha sido apresentado entre 1844 e 1848 – sob o seu antigo nome Château Tertre Daugay – entre os 14 vinhos mais procurados e mais caros de Saint-Emilion. Por quase um século o grande livro de referência Cocks e Feret “Bordeaux et ses Vins” mencionará consistentemente a propriedade como um Primeiro Crescimento de Saint-Emilion. A vinha também foi uma das proeminentes propriedades de Saint-Emilion a receber uma medalha de ouro na Exposição Universal de Paris em 1867.

1
Olá ! Seja bem-vindo ao Le Petit.
Como podemos ajudar hoje ?
Powered by